segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Smiles/Emojis EMRC_ SEMANA AFETOS

 Nesta semana decidimos desenhar emojis relacionados com afetos, mas um dos moralitos decidiu criar um monstrinho, verdade que em todas as turmas eles andam por lá! 









Afetos dia à dia










































O “afeto”, sentimento de imenso carinho ou amizade que se tem por alguém, foi alvo de reflexão pelos alunos .Foi uma semana recheada de atividades, onde os afetos foram o mote, que contaram com a participação de toda a comunidade educativa e a colaboração e entusiasmo de outros docentes .
Assim, construiu-se uma árvore de afetos que foi florindo ao longo do dia com mensagens.
Foi uma semana mágica em que a escola se vestiu de cor e alegria, onde não faltou partilha de afetos e os mais variados mimos. 

IGUAL À OVELHINHA -

Depois de ouvirem a parábola e de muita conversa sobre a sua simbologia, ao som da música "A ovelhinha que se extraviou e se perdeu, foi encontrada pelo bom pastor e agradeceu! Igual àquela ovelhinha assim também sou eu!"

A ovelhinha que se extraviou e se perdeu
Foi encontrada pelo bom pastor e agradeceu
Igual àquela ovelhinha assim também sou eu

A ovelhinha que fugiu
Do seu rebanho se afastou
Mas o pastor não desistiu
E a ovelhinha encontrou
No ombro amigo do pastor
Ao seu lugar ela voltou
Está feliz e tem amor
E nunca mais se desgarrou

Parábola da Ovelha Perdida

Parábola da ovelha perdida



quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Origem Dia S. Valentim

O imperador Cláudio queria organizar um exército e para isso os homens teriam de se registar. Ninguém se inscreveu e o imperador ficou chateado e teve uma ideia: se os homens não casassem assim já poderiam ir para a guerra sem ter pena de deixar a família sem sustento. Mas os jovens e o sacerdote Valentim desconcordavam da lei. O sacerdote Valentim disse que ia fazer casamentos às escondidas. Um dia, quando estava a celebrar um casamento ouviram-se passos, eram os soldados. Capturaram-no, mas o par conseguiu fugir. Quando ele estava preso passavam jovens pela janela e atiravam-lhe flores e postais. A filha do carcereiro pediu para falar com o sacerdote horas e horas. No dia da morte do sacerdote, dia 14 de fevereiro, ele deixou-lhe uma carta que dizia que ele se tinha apaixonado por ela.
E foi assim que aconteceu "O dia de S. Valentim", e é por isso que ainda hoje, a 14 de fevereiro, se trocam mensagens de amor e presentes.
Neste dia, comemora-se o amor, a amizade, o carinho, a ternura, o respeito entre as pessoas e na nossa escola escrevemos mensagens sobre os afetos que unem as pessoas. Na nossa escola dá-mos muita importância aos AFETOS.